sábado, 11 de setembro de 2010

Conjuntivite

Hoje vou falar um pouco sobre conjuntivites. Muitas pessoas com vermelhidão nos olhos, suspeitando de conjuntivite, procuram as farmácias para que seja confirmado o diagnóstico, e consequentemente, seja “passado” um tratamento para o problema. Porém, a conjuntivite é apenas um dos vários problemas oculares com manifestações semelhantes.

Conjuntivite é uma inflamação aguda da conjuntiva, que é uma membrana que reveste a região posterior das pálpebras, e estende-se para o espaço entre a pálpebra e o globo ocular, e sobre a esclera até a córnea.

A conjuntivite pode ter 3 causas distintas: vírus, bactérias ou alergia.

A conjuntivite viral apresenta como principais sintomas a vermelhidão, aumento da secreção aquosa, irritação ocular, e as pálpebras ficam “grudadas” ao acordar. Geralmente, ela aparece nos dois olhos; após iniciar-se em um deles, posteriormente atinge o outro também. Dura aproximadamente 1 semana nos casos mais leves, e até 3 semanas nos casos mais graves. Normalmente, tendo-se a certeza de que a infecção é causada por vírus, não é necessário qualquer tipo de tratamento. Em alguns casos, colírios lubrificantes podem trazer algum alívio. Pode-se também fazer compressas com soro fisiológico, de preferência gelado, várias vezes ao dia. No entanto, estes tratamentos trazem resultados muito limitados.

Na conjuntivite bacteriana, um dos principais sintomas apresentados é a secreção purulenta (com pus). Vermelhidão e pálpebras “grudadas” também aparecem neste caso. Normalmente, apenas um dos olhos é afetado. Geralmente, dura 3 semanas quando não tratada, e 1 a 2 dias quando tratada. O tratamento é feito utilizando-se colírios e/ou pomadas com antibióticos.

A conjuntivite alérgica, além da vermelhidão, apresenta secreção aquosa e coceira intensa. Pode ser causada por pólen, pó, poeira e pelos de animais. O tratamento é feito à base de colírios anti-alérgicos e/ou anti-inflamatórios.

Como podemos ver, para cada tipo de conjuntivite há um tratamento específico. Na maioria dos casos, a conjuntivite irá curar-se mesmo sem tratamento. Porém, o médico sempre deverá ser consultado, já que no caso de uma infecção bacteriana, dependendo do tipo de bactéria presente, pode levar inclusive à cegueira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...