quarta-feira, 16 de maio de 2012

Posso cortar comprimidos?


Muitas pessoas já se depararam com esta situação: "preciso tomar metade da dosagem deste comprimido. Posso cortá-lo ao meio e tomar só uma das partes?"

A resposta é: depende.

Na verdade, a resposta correta seria NÃO. Porém, sabemos que existem casos em que, clinicamente, não há diferenças significativas entre tomar um comprimido de 50mg, por exemplo, ou metade de um de 100mg. Todavia, devemos saber que, por mais preciso que seja o corte do comprimido, sempre haverá uma perda do princípio ativo. Sem contar que não obrigatoriamente haverá a mesma quantidade deste principio ativo nas duas metades. E isso acontece mesmo em medicamentos que tenham um sulco para facilitar o corte, e que você use um cortador de comprimidos. Num comprimido de 100mg, poderíamos ter uma metade com 48mg e outra com 52mg (sem considerar as perdas). Como já dissemos, para alguns tipos de medicamentos esta diferença não seria significativa. No entanto, em muitos casos, seria.

Até agora, tudo o que dissemos é válido apenas para os medicamentos em comprimidos comuns, sem revestimento. Os comprimidos revestidos, incluindo aqueles com liberação modificada (XR, SL, SR, AP, etc), JAMAIS podem ser partidos! Isso modificaria a velocidade de absorção pelo organismo dos princípios ativos destes comprimidos, o que poderia levar a sérios efeitos colaterais.

Sempre que houver a necessidade de partir um comprimido, pergunte antes a seu médico ou farmacêutico se isso é possível no seu caso! NÃO PARTA COMPRIMIDOS SEM TER A CERTEZA DE QUE É SEGURO FAZER ISSO!

9 comentários:

  1. Obrigada pela postagem deste tópico, Luiz,como havia pedido. Será de muita valia para nós agentes comunitários de saúde.

    ResponderExcluir
  2. Ficamos aguardando o post sobre substâncias ativas conjugadas no mesmo medicamento, ok? São essenciais, ou podem ser usadas isoladamente,cujo valor é menor? Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Pensava que não, mas depois que comecei a trabalhar em farmácia, ví que é enorme a quantidade de pessoas que cortam comprimidos. Elas acham que é igual, muitas vezes porque alguns vendedores pra forçar uma venda, dizem isso. O problema é que não é a mesma coisa, porém, quando vamos explicar, a maioria desdenha do que estamos dizendo, e vários até nos destratam. A maioria das pessoas que cortam medicamentos já o fazem porque acham que estão tendo alguma vantagem. Então elas não querem te ouvir que o que estão fazendo é errado, porque elas querem a vantagem de qualquer jeito...

    ResponderExcluir
  4. Obrigada por postar sobre este tema, Luiz! Sou a agente de saúde que entrou em contato com seu blog. Foi postado algo acerca de medicamentos com substâncias associadas serem melhores do que usá-las isoladamente? Ainda não encontrei. Se já saiu, em que mês? Quanto aprendo neste espaço!

    ResponderExcluir
  5. Obrigado eu sei que sempre temos que procurar pessoas especializadas nisso, só que nos Brasileiros temos a mania de alto nos medicar, e é errado, mas procurarei um dermatologista urgente,para resolver esse caso que me aterroriza, muito obrigado que continue levando essas informaçoes que é muito importante para cada um de nós.

    ResponderExcluir
  6. Luiz, minha dúvida é semelhante aio post, mas não exatamente. Sinto MUITA azia e dor de estômago sempre que preciso tomar remédios em cápsulas. O mal estar só passa depois de vários dias após parar o remédio. O que posso fazer?

    ResponderExcluir
  7. Metades são sempre iguais.

    ResponderExcluir
  8. o melhor remédio para matar a tosse é tomar refrigerante três vezes ao dia

    ResponderExcluir
  9. Minha filha tem 6anos e acordou com febre durante a madrugada. E nao tinha o remedinho de febre dela. Só tinha um anti-termico de 300mg comprimido no cado o ibupofreno. Eu cortei um quarto do comprimento e deia a ela. No caso ela ingeriu cerca de 75mg? Sera que pode fazer mal a ela?

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...